Cirurgia Ortognática

Impactação segmentada da maxila para mordida aberta

A Cirurgia Ortognática trata das desarmonias esqueletais. As diferenças de tamanhos de ossos nos três planos do espaço tem forte influência genética e com contribuição dos fatores ambientais. Um planejamento minucioso deve ser feito entre o Cirurgião Ortognata, Ortodontista, Fisioterapeuta, Fonoaudiólogo, Nutricionista, Otorrino, Cardiologista, Anestesista, Psicólogo, entre outros, para assegurar resultados satisfatórios. Esta cirurgia é realizada em hospital sob anestesia geral. Por ser uma cirurgia eletiva, exames preliminares deverão ser realizados para prognóstico antecipado desta cirurgia. O preparo cirúrgico realizado pelo Ortodontista consiste na instalação de aparelhos ortodônticos fixos, realização de extrações se indicadas, com o objetivo de posicionar bem os dentes em sua base óssea (maxila e mandíbula). Normalmente este preparo dura de um a dois anos, dependendo do planejamento.

Em alguns casos de mordida aberta esqueletal (síndrome de crescimento vertical da face) os dentes são nivelados em dois planos no espaço e a cirurgia, por sua vez, através da segmentação dos ossos, se encarrega de nivelar estes dois segmentos e tratar a mordida aberta.

Em pacientes verticais também é feito a impactação da maxila, o que favorece uma rotação anti-horária da mandíbula. Esse movimento diminui a altura facial inferior. A musculatura peribucal passa a vedar a boca mais facilmente, sem ter que contrair para fechar os lábios.

Provoca também um posicionamento lingual mais natural e com isso a deglutição fica favorecida, pois os movimentos peristálticos para deglutição ficam favorecidos (movimento em forma de onda para empurrar o bolo alimentar para o estômago).

Contato

Teremos o maior prazer em atendê-lo!

Agendamento

Rapidez, facilidade e conforto.

Dicas

Fique por dentro!

Ortoative

Conheça a empresa.